CAMILO DE LELIS MENDONCA MOTA - CRT 42617
Terapeuta Holístico

Sobre a catarse purificadora no Reiki

Postado por CAMILO DE LELIS MENDONCA MOTA (42617) em 11/06/2007 às 13:26
Artigos e Textos >>

Sobre a catarse purificadora no Reiki

Johnny De’Carli

A energia Reiki é libertação. Limpa tudo com grande força purificadora, mas não é fácil o corpo inteiro se desintoxicar. A catarse ou crise radical, que algumas pessoas ainda chamam equivocadamente de efeitos colaterais seria, para o método Reiki, a ocorrência de reações diversas indesejadas, mas não nocivas, que gostaríamos de evitar e que são causadas pela ação da energia quando ela penetra nas partes desequilibradas do organismo do cliente, durante e depois de uma sessão. Comum a muitas terapias holísticas, inclusive à Homeopatia, essa liberação normal e saudável de toxinas do seu corpo é um desafio que nos mostra que devemos ir mais fundo, desintoxicando o corpo.

Não há efeito colateral nocivo no método Reiki. Muito pelo contrário, há reações normais e benéficas. Seria o mesmo que comparar a dor do nascimento de dentes em bebês ou as dores do parto com uma coisa perniciosa. É claro que nem todos os clientes a vivenciam, pois a energia Reiki age muito individualmente. A diferença principal entre a doença e a catarse é que esta tem um período de duração muito curto e não deve ser inibida, pois representa a saída das impurezas. Outra diferença é que, apesar dos sintomas da catarse, o cliente ainda se sente bem.

Com a limpeza, todas as toxinas que se acumularam no organismo por vários anos serão expurgadas depois das primeiras sessões. A maior parte dessa liberação de toxinas acumuladas vem do fígado, da pele, de bloqueios no sistema linfático, cardiovascular, pulmões e trato gastrointestinal. A liberação desse fardo incorporado que o cliente nem mesmo percebia que estava carregando, é fundamental. Sem essa liberação, o problema permanece reprimido no interior, recuperando a pessoa apenas superficialmente e não plenamente, podendo retornar o mal-estar. Esse processo catártico de restabelecimento permite-lhe ficar livre para penetrar em áreas totalmente novas do próprio ser, tornando a alma mais feliz, simplesmente pela livre circulação sutil da energia que estava bloqueada. Terminado este processo, o cliente se sente melhor do que vinha sentindo-se há muito tempo, abrindo caminho para a saúde.

O método Reiki atua de forma holística, isto é, nos corpos físico, emocional, mental e espiritual, indo a energia para onde está o problema, seja agudo ou crônico. Por isso, os clientes têm as mais diversas reações no decorrer das primeiras sessões. Há vezes em que os clientes têm reações de liberação bastante intensas. Quando acontecem, são mais constantes no início do tratamento e fazem com que a pessoa se sinta pior do que estava antes. A piora temporária é proporcional à quantidade de material tóxico retido nas células mortas ou em mau funcionamento no corpo. A severidade das reações nos mostra quão intoxicado o cliente realmente estava. As reações diferem muito. Entre as mais comuns estão a diarréia (que não deve ser reprimida) e a sudorese, com os poros produzindo uma transpiração mais intensa, pegajosa, com odor mais forte. A liberação de toxinas causadoras de doenças no organismo deve ser encorajada e não interrompida. A diarréia poderá durar até dois ou três dias.

A diarréia poderá durar até dois ou três dias. Em caso de diarréia muito intensa, de acordo com a médica e mestre de Reiki, Anand Chandra, cápsulas de carvão vegetal ou argila medicinal adquiridas nas farmácias não prendem o intestino (o que impediria a saída das toxinas) e acalmam a mucosa intestinal.

Sobre Johnny De'Carli acesse: http://www.reikitradicional.com.br/

Voltar